Acidente deixa criança em estado grave

Quatro feridos numa colisão frontal que está a ser investigada pelo NICAV

0
63

Uma criança ficou em estado grave e três adultos foram considerados feridos ligeiros na sequência de uma colisão frontal, na manhã de ontem, na freguesia de Loureiro. Por envolver um ferido grave, o acidente está a ser investigado pelo Núcleo de Investigação de Crimes em Acidentes de Viação (NICAV).

Ana Catelas

Uma colisão frontal entre dois veículos ligeiros de passageiros fez quatro feridos, um dos quais uma criança em estado grave. O acidente ocorreu na manhã de ontem, por volta das 9 horas, na Rua Cônego Leite Rainho, em Loureiro. Na viatura, que se deslocava no sentido de Loureiro para Oliveira de Azeméis, viajavam a mãe, de 36 anos, e o filho de apenas cinco anos. No outro veículo, que circulava no sentido oposto, viajavam dois homens de 36 e 38 anos. Os feridos são da freguesia de Loureiro.
Segundo fonte dos Bombeiros Voluntários de Oliveira de Azeméis, os feridos foram avaliados, no local, pelas equipas médicas e depois foram transportados ao hospital. Os três adultos, considerados feridos ligeiros, foram encaminhados para o Hospital S. Sebastião, em Santa Maria da Feira, enquanto a criança, com ferimentos graves de acordo com informações da médica da VMER aos bombeiros, foi encaminhada para o Hospital S. João, no Porto.
As causas do acidente estão ainda por apurar. Uma vez que do acidente resultou um ferido grave, no local estiveram elementos do Núcleo de Investigação de Crimes em Acidentes de Viação (NICAV) e daí “não podemos tirar ilações à partida, porque vai demorar algum tempo para se investigar este acidente”, explicou o Capitão Telmo Gomes, da GNR de Oliveira de Azeméis.
O alerta, via 112, foi dado às 09h00. No local estiveram quatro ambulâncias dos Bombeiros Voluntários de Oliveira de Azeméis, a ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV), que iniciou a sua atividade no Hospital de Oliveira de Azeméis no passado mês de dezembro, a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Santa Maria da Feira e cerca de uma dezena de militares da GNR.
A estrada esteve cortada ao trânsito enquanto as ambulâncias estiveram no local, até cerca das 10h30, e depois a circulação de trânsito esteve condicionada, até ao início da tarde, enquanto foi feita a remoção dos destroços do acidente.