“A Oliveirense tinha de fazer tudo para ganhar ao Varzim”

Às terças na Azeméis FM e Azeméis TV (08h00, 13h00 e 20h00)

0
5

As equipas em isolamento devido à Covid-19 e a fraca exibição da Oliveirense, na segunda parte do encontro frente ao Varzim, foram alguns dos destaques de Hermínio Loureiro no programa ‘Desporto em Análise’ da Azeméis TV/FM.

Depois da derrota em casa com o Benfica (1-11), o Futsal Clube de Azeméis viu o jogo deste fim de semana, em casa do Portimonense, adiado devido a casos de Covid-19 no emblema isolamento e que obrigaram ao isolamento de toda a estrutura. “O treinador Ricardo Canavarro e o adjunto Rui Gomes estão com Covid e a todos eles desejamos as melhoras para que regressem ao campeonato”, disse Hermínio Loureiro. Ainda em relação ao encontro frente às águias, o comentador desportivo recordou que o habitual guarda-redes do Futsal de Azeméis, Gerson Pinho, esteve ausente devido a castigo federativo e deu o lugar ao jovem Leandro Rodrigues, de 18 anos.
Também a equipa de hóquei em patins da Oliveirense está a cumprir isolamento devido à existência de três casos positivos na secção, o que obrigou ao adiamento dos dois próximos jogos, pelo menos. Hermínio Loureiro referiu que, este domingo, jogou-se o dérbi entre os candidatos Sporting e Benfica, que as águias venceram por 4-5. “O Sporting somou a segunda derrota consecutiva e é bom que a Oliveirense se mantenha no trilho das vitórias que é importante para a fase seguinte disputada em Play-Off”, lembrou o comentador.
No futebol, a Oliveirense empatou em casa com o Varzim, último classificado da II Liga. “Este era um jogo que parecia fácil para a Oliveirense, que entrou forte e fez uma primeira parte de bom nível”, constatou Hermínio Loureiro, lembrando que o Varzim veio para este jogo com dois reforços e teve uma “reação muito forte” na segunda parte “ao contrário da Oliveirense”. “Os dois jogadores que entraram no Varzim (Rui Moreira e André Vieira) vieram dar uma nova forma de atuar do Varzim. A Oliveirense também trocou dois jogadores, fazendo entrar Thalis Henrique e Dionathã, mas, ao contrário do Varzim, ficou a jogar pior”, analisou Hermínio Loureiro, recordando que a Oliveirense “tinha de fazer tudo para ganhar este jogo”. Na próxima jornada, a Oliveirense recebe o Vizela, que está no 4º lugar, e para o comentador é importante regressar às vitórias.
No basquetebol, a Oliveirense somou uma “vitória tranquila” na receção ao Maia Basket. Hermínio Loureiro revelou que, esta jornada, o público voltou aos jogos nos Açores, no encontro entre o Lusitânia e o Vitória de Guimarães, onde estiveram “mais de 300 pessoas”.

O nomeado da semana

José França
José França, “um oliveirense de gema”, foi nomeado pelos “mais de 30 anos dedicados ao basquetebol”. José França é o técnico de equipamentos e massagista da Oliveirense e na Seleção Nacional “faz um pouco de tudo”. “Tem uma folha de serviço de dedicação, de paixão ao basquetebol da Oliveirense invulgar”, afirmou Hermínio Loureiro, frisando que é alguém que também está “por trás” dos sucessos da Oliveirense