A Banda está bem “viva”

Celebrou 132 anos

0
64

 O programa ‘As Nossas Coletividades’ da Azeméis TV/FM contou com a participação dos membros da Comissão Administrativa da Banda de Música de Carregosa, José Carlos (em cima) e Firmino Almeida (em baixo)

https://www.facebook.com/correiodeazemeis/videos/894357334663450

Os 132 anos da Banda de Música de Carregosa, assinalados no dia 04 de fevereiro, foram festejados simbolicamente através das redes sociais. Criar alguma interatividade e manter a ligação com o público, amigos e sócios da banda foi o objetivo da coletividade.
Marta Cabral
“Acabámos por desafiar também a Escola de Música da Banda de Carregosa para que os alunos se envolvessem na realização de um texto ou vídeo a propósito do 132.º aniversário da banda”, contou um dos elementos da Comissão Administrativa da Banda de Música de Carregosa, José Carlos, em declarações à Azeméis TV/FM. “Esta iniciativa superou as nossas expectativas. Não esperávamos tanta adesão”, admitiu o responsável pelas redes sociais da banda. Cada ano é “diferente” para a Banda de Música de Carregosa e manter a continuidade da coletividade é um pormenor importantíssimo. “É extraordinária esta sensação e também a responsabilidade que temos em dar continuidade ao trabalho iniciado há 132 anos pelos fundadores da nossa querida instituição”, afirmou Firmino Almeida, outro dos membros da Comissão Administrativa, no programa ‘As Nossas Coletividades’.
São cinco os elementos da Comissão Administrativa da Banda de Música de Carregosa, constituída por elementos da banda e da ex-direção. “Expresso um grande agradecimento à Marlene Soares [ex-presidente] e a toda a equipa diretiva que nos acompanhou mas que, por motivos diversos, não puderam continuar nesta aventura”, explicou Firmino Almeida. O mandato da ex-direção terminou no ano passado e, uma vez que não surgiram interessados em assumir o leme da banda, foi imediatamente formada uma Comissão Administrativa. “O desafio já vem de há três anos para cá. Éramos todos novatos nisto”, revelou José Carlos. “Agora somos cinco; menos pessoas, é verdade, mas temos mais conhecimento devido a todas as experiências destes últimos anos”, realçou.
A nova ‘direção’ da Banda de Música de Carregosa promete continuar a realizar atividades simbólicas para que a comunidade continue a acompanhar o estado de ‘saúde’ da coletividade, como foi o caso das Janeiras. “Preparámos uma atividade mais tecnológica: gravámos previamente as músicas e um grupo muito pequeno andou pelas ruas da nossa freguesia com colunas, com o devido cuidado e distanciamento físico”, recordou José Carlos, garantindo: “Não vamos deixar cair a banda!”. Firmino Almeida também comentou que as pessoas estão “ávidas” por cultura e por música, principalmente nos dias que correm. “Temos que mostrar que a instituição está viva e ativa dentro dos limites possíveis”, declarou. De facto, a coletividade está bem “viva” e isso reflete-se, até, na manutenção da sede da instituição musical. “A tão desejada nova cobertura para a sede da banda é já uma realidade”, anunciou José Carlos, acrescentando: “Os trabalhos já estão em marcha”.